Electricity short circuit / Electrical failure resulting in electricity wire burnt
ARM SUL-AMERICANA

ARM SUL-AMERICANA

Previna incêndios elétricos

O incêndio de três alarmes começou quando um curto-circuito na sala de energia do prédio inflamou os barris cheios de óleo diesel armazenados ao lado dos painéis elétricos. As chamas resultantes consumiram a vida de 90 pessoas e o conteúdo daquele prédio. 

Incêndios causados por mal funcionamento elétrico são os mais dispendiosos. 

A devastação decorrente desse incêndio elétrico poderia ter sido muito menor ou evitada por completo se certas precauções fossem tomadas, incluindo não armazenar combustível próximo ao painel de energia. Uma pequena faísca pode causar muitos danos. A National Fire Prevention Association, uma organização dedicada à prevenção de incêndios, relata que os incêndios elétricos são uma das principais causas de incêndios em estruturas. A European Flame Retardants Association, uma associação europeia que se dedica a retardar incêndios, afirma que os incêndios causados por falhas e aparelhos elétricos são os mais onerosos para o seu ministério. 

Principais Causas dos Incêndios Elétricos

Embora qualquer tipo de equipamento que utilize energia elétrica possa falhar ou apresentar um problema, as seis principais causas para os incêndios elétricos são:

  1. Armazenamento de combustíveis e outros itens dentro da sala do painel elétrico.
  2. Distribuição elétrica desigual. 
  3. Sobrecarga de circuitos ao conectar muitos dispositivos em uma tomada. 
  4. Quedas de raios.
  5. Fiação velha e com defeito. 
  6. Local de aquecedores ou qualquer aparelho que produza calor próximo a cortinas ou outros combustíveis.

10 Dicas para Prevenir Incêndios Elétricos em Sua Igreja

1 – Não armazene qualquer tipo de combustível ou materiais inflamáveis próximo à sala do painel elétrico. A sala do painel elétrico deve ter um espaço livre de qualquer armazenamento com 3 metros de distância do painel elétrico e deve ser mantida organizada, seca e limpa. Também é aconselhável instalar um extintor de incêndio Classe C próximo ao painel elétrico. Em qualquer prédio público ou de negócios, a sala elétrica deve ter uma porta corta-fogo com fechamento automático que ajudará a conter o fogo, se necessário. 

2 – Não sobrecarregue as tomadas elétricas. A sobrecarga levará a uma produção de calor na tomada, causando o derretimento do isolamento da tomada e criando um rompimento no fio que poderá criar uma faísca e iniciar um incêndio. As cargas elétricas devem ser devidamente distribuídas para cada circuito. 

3 – Evite passar extensões debaixo de carpetes ou portas. As extensões devem ser usadas apenas como uma medida temporária. Use tomada múltipla com proteção contra sobrecarga para necessidades temporárias de energia elétrica.

4 – Tenha cuidados específicos em áreas onde sejam utilizados aquecedores, ferros elétricos, secadores de cabelo ou qualquer aparelho gerador de calor. As crianças deveriam ser educadas para entender a seriedade de choques elétricos, incêndios e ferimentos elétricos ligados a eles.

5 – Em instituições públicas, mantenha a sala de energia sempre trancada. Apenas pessoal autorizado deve ter acesso.

6 – Tenha uma tabela de procedimentos de primeiros socorros, número de telefone de emergência e o número do corpo de bombeiros mais próximo visível em sua sala de energia.

7 – Os colaboradores que trabalham com eletricidade devem usar equipamentos de segurança pessoal, como luvas e botas de borracha. 

8 – Faça com que seu sistema elétrico seja verificado em intervalos regulares por um eletricista licenciado e substitua a fiação velha ou danificada.

9 – Instale um para-raios no nível mais alto de seu prédio. Isso ajudará a evitar qualquer incêndio acidental causado por raios.

10 – Tenha um plano de evacuação de emergência exibido, divulgado e praticado por todos os ocupantes do prédio regularmente.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Rolar para cima