Descrição da proteção

Como funciona a proteção para igrejas?

A proteção para Igrejas garante aos seus usuários o reembolso de prejuízos causados por ocorrências resultantes de eventos que estejam previstos no Regulamento do Fundo Mútuo de Proteção Patrimonial (FMPP).

Todas as igrejas ou grupos que possuam edifícios próprios ou alugados e que estejam a serviço da Igreja Adventista do Sétimo Dia (IASD) podem fazer parte do seguro. As solicitações devem ser feitas ao escritório do Campo ou Instituição que realizará a inscrição das igrejas em nosso sistema.

Quer conhecer como funciona a Proteção para Igrejas? Assista o webinar que ficou gravado e fique por dentro das coberturas, como abrir ocorrências e prevenir riscos na sua igreja.

Coberturas

  • Incêndio, raio e explosão
  • Dano Elétrico
  • Vendaval
  • Impacto de veículos
  • Responsabilidade Civil
  • Roubo e furto qualificado
  • Valores
  • Vidros
  • Alagamento, inundação e desmoronamento

Para equipamentos portáteis, que não estejam fixos nem trancados em móvel individual dentro da igreja ou forem utilizados em atividades externas, deve ser contratado a Proteção para Portáteis.

Vigência e Cobrança

A vigência inicia-se quando autorizado no sistema. A permanência é por tempo indeterminado, mas será necessário atualizar os dados a cada 12 meses. A renovação acontece anualmente no mês de abril. Caso seja necessária alguma alteração, a mesma pode ser efetuada a qualquer tempo.

  • O valor do prêmio da proteção pode ser dividido em até 8 (oito) vezes . Todas as cobranças são efetuadas por meio de débito contábil que é enviado diretamente para o Campo;

É necessário que os bens garantidos:

  • Sejam de propriedade da IASD ou alugados junto a terceiros, mas de uso da igreja para o desenvolvimento de suas atividades.
  • O local do risco  indicado esteja de acordo com o registrado no Sistema ARMS.
  • Sejam contratadas as coberturas específicas de acordo com o tamanho, o valor ou a composição do bem.
  • O valor de cobertura deve representar os valores reais dos bens segurados. Caso não representem, o segurado será considerado responsável pela diferença, e estará sujeito à cláusula de rateio em caso de uma indenização.

Cláusula de Rateio

Condição contratual que prevê a possibilidade do segurado assumir uma proporção da indenização do seguro quando o valor em risco declarado for inferior ao valor em risco apurado no momento do sinistro.

Aplica-se nos seguros de Danos, Incêndio, Raio e Explosão, Vendaval, outros.

Ocorrências

As ocorrências devem ser comunicadas à ARM no prazo máximo de 15 dias após o ocorrido.

Consulte a listagem de documentos em nosso manual de acordo com a cobertura.

Importante: Só proceder o conserto ou troca após autorização da ARM

  • Ocorrências que estejam com documentos ou informações pendentes com mais de 6 meses da data da ocorrência, essas serão canceladas automaticamente pelo sistema.

Pagamento da Ocorrência

Depois de apurado o prejuízo, será efetuado o pagamento do sinistro, conforme prazos descritos.
Prazo para pagamento da indenização:

  • Roubo e Furto qualificado: Fixado o valor do reembolso, será efetuado o pagamento da importância no prazo máximo de 10 (dez) dias a
    partir da data da apresentação dos documentos necessários para análise da ocorrência.
  • Outras Coberturas: Fixado o valor do reembolso, será efetuado o pagamento da importância no prazo máximo de 30 (trinta) dias a partir da data da apresentação dos documentos necessários para análise da ocorrência.

Franquias

Franquia é a parte descontada do participante em caso de ocorrência.
O FMPP reembolsará o montante dos prejuízos regularmente apurados, deduzida a franquia, quando houver, e respeitando o limite de indenização contratado para cada cobertura.

*Em virtude da pandemia, em caso de ocorrências, foram reduzidas algumas franquias para que um possível prejuízo seja minimizado.

Prevenção

Reproduzir vídeo

O que fazer?

  • Sinalização;
  • Placas de saídas de emergência;
  • Mapas com as saídas de emergência;
  • Alarme de incêndio;
  • Extintores: observar – Distância, acessibilidade e vencimento.
  • Portas trancadas;
  • Alarme;
  • Segurança monitorada;
  • Cerca elétrica;
  • Qualquer tipo e barreira que dificulte a ação e entrada dos ladrões;
  • Saídas de Emergência;
  • Saídas Sinalizadas;
  • Portas destrancadas durante as reuniões;
  • Luzes de Emergência;
  • Corredores desocupados e livres para circulação;

Preparamos um guia de prevenção para você e sua igreja

Prevenir é investir no cuidado das pessoas e na segurança do patrimônio da Igreja.

Consulte as proteções de sua igreja

Nesta página você poderá consultar os bens e patrimônio da sua igreja, atualmente protegidos pelos produtos da ARM Sul-Americana.

(apenas pastores e tesoureiros de igreja)

Para saber como realizar alterações de coberturas da sua igreja, assista ao tutorial.
Esta novidade irá te ajudar na gestão patrimonial da sua igreja.

Para proteção a propriedades como igrejas, residências, escolas, escritórios e outros prédios temos coberturas como incêndio, vendaval, dano elétrico, alagamento, desmoronamento e outras. Neste tutorial vamos destacar como definir o valor de cobertura conforme os bens e tamanho da sua igreja. É muito importante que ao registrar os valores de cobertura estes correspondam aos bens e tamanho reais do seu imóvel para em eventual necessidade o reembolso de prejuízos não sofra nenhum abatimento ou desconto e o seu imóvel tenha a cobertura adequada.