Está ansioso para o retorno das atividades presenciais na sua escola, universidade ou faculdade?

Entendemos que em um ambiente escolar o contato físico e a interação é constante, por isso, reforçamos a importância de nos prepararmos para enfrentar e desenvolvermos novas atitudes. Enfrentamos atualmente um contexto novo e precisamos tomar medidas preventivas para convivermos melhor. Temos algumas recomendações para que esse processo seja seguro, organizado e com o mínimo de riscos possíveis.

QUER APRENDER MAIS?

Preparamos um curso TOTALMENTE GRATUITO pra você.

Por isso, criamos esse material, que tem como objetivo principal sugerir e recomendar medidas preventivas para esse tema em

4 PASSOS:

PASSO 1

Minimizar Riscos:

Sabemos que é difícil acabar com os todos os riscos.
Mas minimizá-los deve ser o foco antes de reabrir a instituição de ensino.

Para cada ação é necessário um planejamento. Comece com a rotina.
Mantenha os colaboradores informados com as orientações iniciais:

  • Usar máscara e em alguns casos viseiras durante todo o expediente
  • Antes de entrar no prédio, aferir a temperatura 
  • Lavar as mãos ou usar álcool 70% logo na entrada
  • Assinar um termo comprovando o recebimento dos EPI’s

Oriente os alunos que tenham seu kit básico:

 Sua máscara e levar uma de reserva, garrafinha de água e um potinho de álcool em gel 70% para uso individual.

 

Além disso, realize a checagem de temperatura na entrada da escola.

O ideal é disponibilizar uma sala de triagem para receber os alunos com sintomas do corona vírus, mantendo-os isolados até a chegada dos responsáveis.

E quais os protocolos para as atividades de rotina?
Tem um protocolo para cada situação.

Nos cultos e reuniões, cada escola deve avaliar novas rotinas e criar processos atendendo as medidas preventivas conforme as suas orientações locais.

O atendimento à família deve ser preferencialmente via telefone, e-mail ou vídeo conferência. Em caso de atendimento presencial que for indispensável esse deve ser agendado previamente.

Nos intervalos a instituição deverá avaliar o local, ajustar os horários com escalas por turmas, observar a higienização e avaliar a possibilidade de fazer o lanche em sala de aula.

As aulas de Educação Física seguirão as regras de segurança, sem contato físico.

A biblioteca funciona como todos os outros ambientes seguindo protocolos.

Empréstimo de Livros e Materiais devolvidos podem permanecer em “quarentena” por no mínimo 2 dias.

A saída deve ser organizada de forma que não gere aglomeração, os alunos sendo liberados aos poucos, respeitando as marcações de distanciamento.

Esse processo é essencial, para que os pais, os alunos e até mesmo a sua comunidade seja protegida e sintam-se seguros com a reabertura da escola.

PASSO 2

Higienizar e Organizar:

Identifique as necessidades. Sem dúvidas é muito importante definir um caminho.

Recomendamos que você reúna todo o seu grupo, mesmo que em um ambiente virtual. Assim todos os colaboradores poderão contribuir e compreender esse processo.

A comunicação interna é a chave principal para garantir a segurança de todos. Você pode fazer uma pesquisa para identificar as necessidades de cada um, tanto dos professores, como dos pais e alunos. E ofereça a oportunidade deles sugerirem soluções.

É interessante que as escolas tinham um time de ação por área:

  1. Portaria e Recepção 
  2. Salas de aula
  3. Banheiros
  4. Cantinas
  5. Áreas Comuns

Observe alguns exemplos desse cuidado em cada área:

Na portaria é o básico de qualquer ambiente.
Uso de máscara, verificação de temperatura e evitar a entrada de pais e amigos na escola, para segurança de todos.

Manter portas e janelas abertas, distanciamento adequado das mesas e cadeiras, evitar atividades em grupo e muito cuidado ao dividir brinquedos e materiais como cadernos, canetas e etc. Caso isso aconteça procure higienizar antes de outra criança utilizar.

Na entrada dos banheiros podemos ter monitores controlando o acesso para evitar aglomeração.
E a limpeza precisa ser mais constante que o comum. 

Tenha muita atenção nesse aspecto. Lanches devidamente embalados, higiene, distanciamento nas filas. Observe também as normas locais para funcionamento de restaurantes e suas medidas.

É importante higienizar com frequência as áreas comuns de uso. Como a biblioteca, laboratório, quadras, auditórios. Incluindo os corrimões, maçanetas, mesas e todos os outros pontos comuns. É importante enfatizar o máximo possível os cuidados nesses ambientes.

Sinalize com fitas e adesivos as marcações de distanciamento e por meio de banners a forma que deve ser feita a higienização.

PASSO 3

Comunicar:

É muito importante a administração garantir que os pais, professores, colaboradores e alunos estejam 100% cientes das diretrizes da instituição.

Além disso, processos de segurança ajudam a lidar com a pandemia da melhor forma possível. E como cada cidade segue uma lei regional, é imprescindível que cada escola defina seus protocolos e informe todos os envolvidos.

Prepare os professores, colaboradores, alunos e os pais para as mudanças.

Explique os passos a serem tomados e por quê

  1. Envie comunicados por email e whatsapp 
  2. Realize reuniões virtuais 
  3. Use também as mídias sociais para informar as medidas

Comunique também as normas nos ambientes dentro da escola.

  1. Na porta de cada sala deve constar a capacidade máxima de pessoas.
  2. As carteiras que não poderão ser utilizadas devem ser marcadas com adesivos.
  3. Corredores, pátios e áreas comuns devem conter sinalização no chão para indicar a distância de 1,5m entre as pessoas.
  4. Fixar identificação visual de acessos e regras de uso 
  5. Cartazes educativos sobre prevenção ao COVID 19;
  6. Totens com álcool em gel;
  7.  Seção de anúncios no início das aulas
  8. Placas indicativas de como realizar a higienização das mãos
  9.  Cartazes para reforço de uso da máscara

PASSO 4

Reavaliar os Processos:

Avaliação dos procedimentos, essa é uma etapa essencial.
É o momento que você continua com os procedimentos ou refaz todos.

Algumas sugestões que podem ajudar nessa etapa:

  1. Monte um comitê de segurança e discuta a eficácia das novas políticas 
  2. Avalie cada estratégia
  3. Diariamente observe a manutenção da estrutura criada
  4. Faça manutenção da capacitação dos servidores envolvidos e novos profissionais
  5. Em caso de alunos novos retornando a escola a cada semana, também reforce com eles os procedimentos a serem seguidos 
  6. Analise se as orientações superiores e do governo estão sendo seguidas e caso ocorra alguma atualização de decretos e protocolos a serem seguidos, reestruture. 
  7. Acompanhe também as orientações denominacionais de acordo com sua região campo/associação 
  8. Revise os procedimentos e em caso de necessidade de mudança, envie novos comunicados a todos
  9. Monitore a saúde dos alunos e funcionários
  10. Faça uma pesquisa de satisfação e aproveitamento do ensino. Métricas reais são sempre melhores que palpites

Esses 4 passos são muito importantes, porém são sugestões. Cada um deles tem dicas que podem ser totalmente implementadas ou adaptadas.

Revisando:

  1. Minimizar riscos
  2. Higienizar e organizar
  3. Comunicar
  4. Reavaliar procedimentos

São conselhos básicos para te ajudar a retomar as atividades presenciais em sua escola.

Rolar para cima